4 de mai de 2009


O Porto de Rio Grande. collage. fernando fuão.1996
A COLA I
Fernando fuão

A cola é o elemento que realiza o trabalho da collage. A própria atividade de coller.
A palavra cola provém do grego kólla e do latim colla. No Dicionário de Aurélio Buarque de Holanda, é definida como substância ou preparado glutinoso para fazer aderir papel, madeira e outros materiais; goma: cola de peixe; cola de amido. Dela se associam palavras, tais como: colaborar, coligir (reunir o que está esparso, disperso). Assim como, o sufixo, ou elemento compositivo (cola, do latim colere), designa o que cultiva, o que habita (aqüícola, vinícola). Ela também comporta ainda o sentido de cauda, rastro, encalço. -
Mas, quando se passa da palavra ao verbo, da cola ao colar, suas contas se estendem.
Colar: unir, pegar, grudar, juntar, copiar clandestinamente em exames, ligar, ajustar, amoldar-se.
Colar: ornato ou insígnia para o pescoço.
Entretanto seria mais interessante remeter a origem da palavra collage não a cola, mas sim ao sentido de collegare, colligare que em latim significa colegas, aqueles que andam juntos, aquelas figuras que andam juntas.
De certa forma o significado da cola aproxima-se também ao conceito de símbolo. Simbolum: unir, congregar, conectar o acima-abaixo, ligar todas as coisas, A linguagem simbólica permite a circulação de um nível a outro, integrando todos estes níveis, mas sem fundi-los. Etimologicamente símbolo do grego (syn e tobalein) significa, também, ir juntos, aventurar-se juntos tal qual o sentido da collage.

Nenhum comentário:

Postar um comentário